Procurar

+
Controlar estados emocionais: isso é possível?

Embora acreditemos que eventos externos ou fora do nosso controle causem nosso estado emocional, somos nós mesmos quem os criamos. SIM. Você não leu errado. Nós somos os únicos responsáveis pelos nossos estados emocionais.

E como nós criamos estados emocionais então?

Nós criamos estados emocionais a partir da nossa fisiologia, linguagem, foco e crenças. Por isso é necessário observar se não estamos nos sabotando. É preciso de autorresponsabilidade para perceber que a realidade que estamos vivenciando hoje é criada a partir dos nossos estados emocionais.

Há bons estados para produzir, para se relacionar, para falar em público, etc. O segredo é estar em estados fortalecedores, cheio de recursos, estados que queremos estar para termos os resultados que almejamos. Por exemplo, existem estados ótimos para a aprendizagem, como a curiosidade, a fascinação, a empolgação. Todos esses sentimentos são estimulantes e nos ajudam na concretização das nossas metas, objetivos e sonhos.

Da mesma forma que existem estados ótimos para realização das metas, existem também os ruins, como o desânimo, a hostilidade e o tédio. Todos esses estados ruins prejudicam a nossa vida pessoal, a profissional, assim como nosso nível de produtividade e nossos resultados.

Tétrade do Estado Emocional: aprenda a criar sua realidade com seus sentimentos fortalecedores

Trabalhando com os elementos da tétrade acima você pode criar o estado emocional que quiser!

Direcione seus PENSAMENTOS para algo positivo (foco), observe os efeitos disso no seu CORPO (fisiologia). Também faça ao contrário, sente-se numa posição confortável, posicione seu corpo como se estivesse desfrutando de um momento único de relaxamento e prazer, observe o reflexo disso nos seus pensamentos.

A mente e o corpo do indivíduo formam um sistema. Eles interagem e se influenciam. Quando pensamos diferente, nossa fisiologia é afetada. Quando movimentamos nosso corpo de maneira diferente, afetamos nosso foco e nossos pensamentos e sentimentos mudam.

A nossa linguagem também é geradora do nosso estado emocional e é um produto da nossa programação mental. Observe o que você diz, de forma verbal e não verbal. É importante começar a eliminar (no seu tempo) as palavras negativas, começando a mudar o seu padrão atual.

É importante dizer aqui que TODAS as emoções podem ser úteis, pois têm podem servir para estimular uma mudança de atitude. Quer ver como? Por exemplo: uma pessoa frustrada está sendo estimulada a pensar que as coisas podem ser melhores do que são. Se ela usar essa emoção de uma forma positiva, pode usar como alavanca para AGIR.

O seu desempenho depende do estado emocional em que você está.

Na Programação Neurolinguística – PNL aprendemos que já temos todos os recursos de que necessitamos ou então podemos criá-los. Dessa forma, então, não existem pessoas desprovidas de recursos, apenas estados desprovidos de recursos.

Conheça o nosso método e desenvolva a capacidade de escolher e alterar estados emocionais para melhorar os seus resultados:

Coaching com PNL: Transformação Pessoal e Autorrealização

 

Abraços,

Maurílio Barboza

Master Trainer Coach e Gestor da Escola do Coach

Publicado em:Uncategorized

Comentários (Sem respostas )

Não há comentários até o momento.

Deixe uma resposta