Procurar

+
O que é, qual a história e como funciona o coaching?

Segundo a ICF (International Coach Federation), coaching é um processo de acompanhamento reflexivo e criativo feito em parceria com os clientes, objetivando inspirá-los a maximizar o seu potencial pessoal e profissional.

Embora o termo coaching seja originário dos esportes (onde coaching está relacionado a treinamento e o coach é o treinador), coaching hoje é uma nova profissão, onde o coach facilita processos com pessoas e/ou organizações para conquistar metas, através de conversas que liberam potenciais e inspiram pessoas a darem o seu melhor para conquistar seus sonhos.

Os resultados com o coaching são efetivos porque o profissional (coach) possui qualidades e desenvolve competências, aprende técnicas e dispõe de ferramentas que são capazes de ajudar o cliente (coachee) a descobrir seu estilo próprio de liderança para ser mais feliz e alcançar seus objetivos.

História do Coaching

A palavra coaching vem da palavra inglesa “coach” e significa treinador. Esse treinador tem o objetivo de encorajar e motivar seu cliente a atingir um objetivo, ensinando novas técnicas que facilitem seu aprendizado.

O termo coaching apareceu pela primeira vez na era medieval, com a figura do cocheiro, o homem que conduzia a carruagem (coche) para algum lado. Os cocheiros também eram especialistas em treinar os cavalos, para que estes puxassem os coches.

Mais tarde, por volta de 1830, o “coach” passou a designar professores que exerciam o papel de tutores, aqueles profissionais responsáveis por preparar os estudantes para o caminho a ser seguido.

Após esse período, começou a ser integrado o termo ao meio esportivo sendo “coach” o treinador, o incentivador, o gerador de motivação aos jogadores para que dessem o seu melhor em campo.

Por volta de 1950, o termo passou a ser empregado para desenvolvimento pessoal na busca de melhorias contínuas e na década de 1960, o modelo de coaching aplicado nos esportes passou a ser adotado pelo mundo dos negócios.

No início da década de 70, o treinador de tênis Tim Gallwey (ex-tenista profissional capitão de Harvard) publicou o livro “O Jogo Interior de Tênis” com seus estudos sobre comportamento e desenvolvimento humano e hoje é considerado por muitos como o “pai do coaching”.

Ainda na década de 70 surge a Programação Neurolinguística (PNL) através dos seus criadores Richard Bandler e John Grinder demonstrando a conexão existente entre os processos neurológicos, a linguagem e os padrões comportamentais. Muitos consideram a PNL como a “mãe do coaching moderno”.

No final deste manual você vai encontrar algumas das principais referências bibliográficas para você aprofundar seus conhecimentos sobre os principais pensadores do Coaching e da PNL.

Como o Coaching funciona

No coaching aparecem algumas palavras que podem ser novas para você, o que é super normal caso esteja começando na área. A seguir você encontra exemplos dos termos bastante utilizados:

A palavra coaching é usada para se referir ao processo e também à profissão;
Coach é o profissional que possui a formação em coaching;
Coachee é o cliente;
Estado atual é a situação onde o cliente se encontra, mas prefere não estar;
Estado desejado é onde o cliente deseja estar;
Sessão de Coaching é onde as conversas entre coach e coachee acontecem.

O que é um Processo de Coaching?

Ao pensarmos no processo de coaching, devemos imaginar uma linha de tempo, onde o presente é um “Ponto A” ou estado atual. A situação onde o coachee se encontra hoje, mas que ele prefere não estar.

Em cada etapa mais adiante dessa linha está o futuro. O futuro pode ser qualquer ponto à direita do “Ponto A”, sendo que o estado desejado, o “Ponto B”, é onde o cliente deseja estar.

Para que o coaching seja possível, é necessário que o estado desejado (Ponto B) seja diferente, e preferencialmente melhor, que o estado atual (Ponto A). É nessa lacuna, entre o estado atual e o desejado, que entra o coaching, como um processo de aprendizagem e desenvolvimento que ajuda o cliente a avançar na direção do seu objetivo.

Para ajudar o cliente a alcançar seus objetivos, coach e coachee realizam sessões de coaching em que são desenvolvidos, potencializados e mobilizados os recursos para a conquista dos resultados. Esses recursos são trabalhados através de estratégias mentais, mudanças comportamentais, crenças e valores, estados emocionais, foco, definição de metas, planejamento, ações, feedbacks e resultados.

O processo de coaching maximiza o potencial do cliente entregando um maior autoconhecimento, clareza, assertividade e estratégias para o seu desenvolvimento, orientado para conquista e performance, através de mudanças no comportamento e na performance.

Os grandes Mercados de Coaching

O coaching é uma das carreiras que mais tem crescido no mundo e muitas oportunidades estão abertas para quem domina essa metodologia capaz de desenvolver pessoas nas mais diversas áreas da vida e carreira.

Nos últimos anos surgiram coaches atuando em diferentes segmentos, pois são muitas possibilidades de nichos a serem explorados. Uma coisa importante a destacar é que os coaches mais bem sucedidos conseguem um bom posicionamento no seu mercado baseado em suas habilidades, conhecimentos especiais e experiências que levam para a sua área de atuação como coach.

Mundialmente os grandes nichos são: Coaching de Vida Pessoal (Personal Life Coaching), Coaching Executivo (Executive Coaching), Coaching de Negócios (Business Coaching) e o Coaching de Equipes (Team Coaching).

Coaching de Vida Pessoal (Personal Life Coaching): é um dos mercados de atuação que mais crescem porque proporciona trabalhar as diferentes áreas da vida (do trabalho à vida pessoal). Existem milhares de ramificações deste mercado, onde os profissionais atuam como Coach de Carreira, Coach de Relacionamentos, Coach de Família, Coach de Atletas, Coach Financeiro, Coach de Adolescentes, Coach de Crianças, Coach Espiritual, Coach de Emagrecimento, Coach de Aposentadoria, Coach Vocacional, Coach de Comunicação, etc.

Coaching Executivo (Executive Coaching): é um grande e rentável mercado porque trabalha com pessoas em cargos de liderança. Neste mercado o coach atua para o desenvolvimento das habilidades trabalhar melhor, crescer na carreira, equilibrar a vida pessoal e profissional, promovendo mudanças para o seu sucesso. Neste mercado os profissionais atuam, dentre muitas outras possibilidades, como Coach Executivo, Coach de Liderança, Coach de Performance, Coach de Gestores, etc.

Coaching de Negócios (Business Coaching): o mercado de coaching voltado aos negócios. Nesta área o profissional trabalha com seu cliente os diferentes tipos de necessidades relacionadas a negócios, isso vai desde planos de negócios, resolução de problemas, gestão de pessoas, marketing, vendas, gestão de projetos, performance, preparação de líderes, sucessão. Alguns exemplos de atuação profissional são: Coach de Negócios, Coach de Vendas, Coach de Empreendedores, etc.

Coaching de Equipes (Team Coaching): este é um grande mercado de coaching em que profissionais atuam no desenvolvimento de grupos e equipes. Existem diferenças entre trabalhar com um indivíduo e um grupo, por ser maior a complexidade, a presença de dinâmicas de grupo, além das peculiaridades do relacionamento interpessoal em um grupo (políticas, decisões, cooperação, liderança, etc). Profissionais atuam neste mercado como Coach de Equipes, Coach de Equipes de Alta Perfomance, etc.

As diferenças entre o coaching e outros métodos

O coaching não é aconselhamento, nem mentoria, consultoria, terapia ou treinamento. O coaching se diferencia dos demais métodos e o coach respeita os demais profissionais e suas áreas de atuação. A seguir confira o quadro com as diferenças e similaridades entre essas diferentes metodologias.

 

Aconselhamento Coaching Mentoring Consultoria Terapia Treinamento
Abrangência Maneiras de se lidar com questões pessoais Pontos de performance, desafio, aumento de recursos e transformações específicas Ponto pertinentes a carreira, empresa ou transições profissionais Assuntos e problemas da empresa Assuntos relacionados a saúde emocional Pontos relacionados à aprendizagem
Foco Dificuldades Planejamento, foco, ação, resultado Possibilidades Funcionamento da organização Fortalecimento emocional e pessoal Falta de conhecimento, habilidade ou experiência
Prioridade Passado e presente Presente e futuro Passado, presente e futuro Presente e futuro Passado Presente
Aborda Como agir em certas ocasiões Ações para atingir objetivos e co-criação de soluções O que pode / deve ser corrigido, melhorado ou mudado O que pode / deve ser corrigido, melhorado ou mudado na estrutura organizacional Os “porquês” do paciente agir, pensar e sentir daquela maneira e a forma como isso pode ser mudado Como aumentar o desempenho e a produtividade de indivíduos em uma empresa
Profissional Conselheiro Coach Mentor Consultor Terapeuta Treinador
Resultados Compreensão da problemática e deposição para equacioná-la Criação de alternativas construtivas e viáveis que potencializam o alcance dos resultados Informações para ampliar a visão sistêmica e levantamento das oportunidades Solução e prevenção de problemas Amadurecimento emocional Aquisição

(CLUTTERBUCK, David. Coaching eficaz: Como orientar sua equipe para potencializar resultados. São Paulo: Gente, 2008)

Se quiser saber mais sobre nossa metodologia clique aqui ou converse conosco através do Whatsapp (55) 9 9998-1378.

Espero que tenha gostado do nosso conteúdo.

Um grande abraço,

Maurílio Barboza
Master Coach Trainer

Publicado em:Coaching, Desenvolvimento Pessoal, Uncategorized

Comentários (Sem respostas )

Não há comentários até o momento.

Deixe uma resposta