Procurar

+
Você já ouviu falar em Modelo Mental?

Este modelo mental funciona como uma programação inconsciente. Tudo aquilo que está gravado no nosso inconsciente pode e irá determinar as nossas ações e os nossos resultados.

Você já percebeu que pessoas pobres que ganham na loteria costumam perder tudo em até 5 anos? O oposto também ocorre. Pessoas milionárias ou bilionárias, articuladores de grandes negócios ou donos de empresas de sucesso quando, por qualquer motivo, quebram a empresa e chegam a ir à falência, após alguns poucos anos, recuperam tudo o que possuíam ou ainda mais, pois aprenderam com seus erros e os corrigiram rapidamente. Isso também acontece devido ao condicionamento mental que estas pessoas têm.

Todos nós temos um Modelo Mental de Dinheiro que está programado para criar, influenciar e modificar a forma com que lidamos com nossas finanças, a forma como gastamos, a forma como (não) poupamos ou (não) investimos nosso dinheiro. É ele que determina a forma como vamos lidar com as situações que envolvem dinheiro e que acontecem quase que diariamente em nossa vida.

Independentemente do que aconteça, se você não aprender a identificar e alterar o seu modelo mental em qualquer área da vida, você está pré-programado para agir de acordo com ele nessa área. Minha intenção aqui não é te assustar ou te deixar desanimado. Pelo contrário! Quero que você saiba que há esperança! Muito mais do que esperança, há uma possibilidade real e concreta de você começar a alterar a sua vida financeira hoje mesmo!

Para que aprendamos a fazer isso, primeiro é necessário que entendamos como se forma o Modelo Mental de Dinheiro de cada um de nós.

Formação do Modelo Mental

Imagine que você comprou um computador novo e que ele veio com o HD totalmente em branco. A medida que você vai instalando os programas, ele vai se tornando apto a realizar ações que não era capaz de realizar antes. O que você vai conseguir fazer com o seu computador vai depender de tudo aquilo que está gravado em programas no seu disco rígido.

O nosso Modelo Mental de Dinheiro funciona da mesma maneira. Ele começa a se formar no momento em que nascemos e tem seu mais forte processo de construção durante a infância e adolescência. Ao nascer, já temos algumas programações gravadas em nosso DNA, mas elas determinam nossas características físicas, anatômicas e fisiológicas.

Atualmente sabe-se que muitas características psicológicas e comportamentais que antigamente eram creditadas ao nosso DNA são na verdade comportamentos copiados, influência do mundo ao nosso redor.

Principalmente pensamentos, sentimentos e ações de pessoas de alta hierarquia emocional para nós, como nossos pais, avós, professores ou líderes religiosos. Tudo aquilo que vimos, ouvimos, sentimos ou experimentamos em relação ao dinheiro construiu o nosso modelo mental em relação ao dinheiro e está determinando a forma como lidamos com ele.


Mas a boa notícia vem agora:

O Modelo Mental de Dinheiro que você aprendeu era o modelo dos seus pais, dos seus avós, ou talvez dos seus professores e líderes da infância… E NÃO O SEU!
Você não precisa mais agir de acordo com essa programação interior que estava predeterminando as suas ações. Modelos mentais podem ser mudados, a partir de 3 passos:

1º Passo

O primeiro passo é a conscientização, ou seja, você saber que existe essa programação mental interior e como ela se formou na sua mente.

2º Passo

O Segundo passo é o entendimento, ou seja, você perceber e aceitar que esse modelo está determinando a sua vida financeira até hoje.

3º Passo

O terceiro passo é a dissociação, ou seja, você perceber que você tem a opção de ser diferente a partir deste exato momento! A forma que você foi no passado não precisa mais continuar determinando o que você vai fazer no futuro.


Dependendo do seu grau de comprometimento, você pode ter dado esses três passos agora mesmo, lendo este texto.


Mude o seu Modelo Mental de Dinheiro e mude para sempre a sua vida financeira.

 

Um abraço e que Deus te abençoe!

Luciano Fernandes

Publicado em:Coaching Financeiro

Comentários (Sem respostas )

Não há comentários até o momento.

Deixe uma resposta